Cultura

Susana Savedra lança Desnuda

Susana é uma incansável lutadora da arte, dedica-se com paixão e disciplina a tudo o que faz e olha que não são poucos os desafios que os verdadeiros artistas – e o INVERTA os conhecem bem e à Susana, nossa querida companheira – enfrentam para viver de sua arte.

A resistência d’Os Proletários da Bola

No dia 07/07, foi realizado no Rio de Janeiro o lançamento do livro do historiador Gustavo Santos da Silva, “Os Proletários da Bola: The Bangu Athletic Club e as lutas de classes no futebol da Primeira República (1894-1933)”. Quem curte ler sobre futebol, gosta principalmente que um livro fuja do óbvio, quebre com clichês.

Semana João Saldanha na ABI sobre os seus 100 anos

No dia 3 de julho foi realizada uma série de debates sobre os 100 anos de João Saldanha, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Os debates aconteceram no auditório Belisário de Souza, durante todo o dia, onde no primeiro painel participaram os historiadores Victor Andrade de Mello, os professores André Couto, Alvaro Cabo, Leda Costa, Felipe Mostaro, além de César Oliveira.

A emoção de assistir ao show sobre o inesquecível Cartola

A cultura popular brasileira é uma fênix que renasce das cinzas e dá esperança de um futuro melhor para o nosso amado Brasil dentro deste turbilhão caótico em que se encontram as elites políticas e dirigentes. Assistir ao espetáculo sobre a vida do imortal Cartola foi uma grande emoção, uma vez que o musical mostrou toda a genialidade deste compositor popular que faz poesia de alta qualidade em meio a sua vida ligada à pobreza.

Moderna servidão

Cordel de Antonio Queiroz de França. A sociedade de classes E seu desenvolvimento Nascem da contradição Que é seu grande sustento. Para senhores, progresso Para escravos, retrocesso E muito mais sofrimento.

Palestra do escritor angolano Pepetela sobre a sua obra

No dia 17 de novembro foi realizada no IFCS (Instituto de Filosofia e Ciências Sociais), da UFRJ, uma palestra com o escritor angolano Artur Carlos Pestana dos Santos, mais conhecido como Pepetela, de 75 anos, que em 1997 ganhou o Prêmio Camões de Escritores de Língua Portuguesa.

Pequena África - Luta e Resistência Cultural na Região Portuária do RJ

Localização dos mercados de escravos (casas de engorda) e toda a logística do tráfico de africanos nos séculos XVIII e XIX, a Pedra do Sal, ao pé do Morro da Conceição, funcionava como armazém de povos africanos no Rio de Janeiro. Este marco histórico ressoa mesmo depois da chamada abolição da escravatura, em 1888. O local transformou-se em espaço sagrado, a partir de rituais afro-religiosos, batuques e rodas de capoeira.