Notícias

Subserviência governo do Equador ao FMI enfrenta greve e resistência indígena!

O governo eliminou os subsídios ao diesel Hola gasolina em um país produtor de petróleo, liberou o preço ao mercado internacional permitindo então a flutuação do mesmo, reduz um dia de salário para os servidores públicos, reduziu as férias destes públicos de 30 a 15 dias, e este foi o primeiro pacote das medidas que contempla a carta de intenção assinada pelo governo nacional e o FMI.

Chamamento ao Congresso Nacional de Lutas contra o Neoliberalismo

Chamamos todas as lutadoras e lutadores do povo brasileiro para a construção do Congresso Nacional de Lutas contra o Neoliberalismo (CNLN) para com ele pôr em prática a necessidade histórica de nossa união, resistência e para empreendermos uma marcha imparável na direção da soberania, dignidade e verdadeira liberdade de nosso povo

Somos INVERTA! 500 edições de Resistência

Neste especial, entrevistas com alguns imprescindíveis do Jornal INVERTA, que declararam o que significa para eles a edição 500, esse marco histórico, depoimentos dos que estiveram desde o início dessa saga, ou até antes, como o caso da primeira entrevista, com o Prof. Dr. Aluisio Bevilaqua, fundador e editor-chefe do INVERTA. Durante o ano, declarações de mais pessoas serão publicadas e trazidas aos leitores e leitoras.

Coletivo Religiosos Antifascismo é formado na capital pernambucana

Na noite do último dia 9 de julho, terça-feira, homens e mulheres de diversas matizes religiosas reuniram-se no centro do Recife para discutir a formação do coletivo Religiosos Antifascismo. A iniciativa foi puxada pelo Reverendo Wellington Nascimento, da Igreja Episcopal da Libertação e do Movimento Evangélico Progressista – MEP.

60 anos de Prensa Latina e os laços inquebrantáveis com o INVERTA

Os 60 anos de existência da Agência informativa Latino Americana - Prensa Latina, uma grande e vitoriosa iniciativa para os povos da América Latina e do Mundo em busca da informação verdadeira, livre das amarras do Capital e suas falácias. Os trabalhadores e trabalhadoras do Jornal Inverta celebram aqui no Brasil em cada rincão onde nossa imprensa revolucionária alcança e mais o apreço e admiração por sua exitosa e exemplar trajetória, bem como reconhece que o segredo do sucesso de Prensa Latina é a solidez de princípios, a formação profissional e a dedicação revolucionária do seu corpo de trabalhadores.

INVERTA representa a liberdade real da imprensa

Entrevista com Prof. Vasconcellos, nacionalista, com longo histórico em defesa da soberania nacional e em defesa do Povo Brasileiro, nas salas de aulas, nos livros escritos por ele e, sobretudo na incansável militância de mais de cinco décadas.

Prosul: integração a serviço de Washington

Recentemente representantes de oito países sul-americanos – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai e Peru – firmaram, em Santiago, um documento que propõe a criação do Fórum para o Progresso da América do Sul, a Prosul. Diferentemente de blocos como Unasul ou CELAC, este nasce de um esforço conjunto de uma lumpenburguesia entreguista, com o fim de concertar posições que intensificarão o ataque à autodeterminação dos povos da região e a dependência de seus países aos ditames de Washington.

Manifesto do 1º de Maio de 2019

No 1º de maio de 2019, os trabalhadores no Brasil vivem um grave momento, marcado pelo aprofundamento da Crise Orgânica do Capital. Entre outros desdobramentos dessa crise, o forte desemprego, que ultrapassa os 13 milhões, e a destruição dos direitos sociais devem merecer especial atenção da classe trabalhadora em seu dia.

Quem é que vai pagar por isso?

Há exatamente 25 anos, o INVERTA lançava em sua edição n.28, de 1º de abril de 1994, o editorial que foi manchete: “Golpe de 1º de abril de 1964: Quem é que vai pagar por isso?”

O golpismo teleguiado contra a Venezuela!

No último dia 4 de janeiro, o chamado Grupo de Lima (Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia), com voto contrário do México, aprovou graves medidas intervencionistas contra a Venezuela

O processo do Caso Lula e o desrespeito às leis no Brasil

Mais uma vez o Processo Jurídico do Caso Lula cria um problema institucional no Brasil. A ordem de libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da Polícia Federal, em Curitiba, pelo Desembargador do TRF-4 de plantão, Rogério Favreto, foi cassada horas depois pelo Presidente do mesmo tribunal, Desembargador, Carlos Eduardo Flores.

As eleições de 20 de maio na Venezuela

A campanha presidencial na Venezuela foi iniciada em 23 de abril, tendo como candidato o presidente Nicolás Maduro. As prioridades segundo o presidente são: a) consolidação do processo educacional público alcançando 100% de escolaridade, buscando equacionar problemas de fornecimento em todos os níveis; b) fortalecer o carnê da Pátria; c) alcançar cinco milhões de moradias da Grande missão casa para que se possível todas famílias consigam um lar; d) vencer a grande revolução econômica para obstaculizar o assédio internacional.

Equador, um breve histórico do governo de Correa e Moreno

Lenin Moreno não só se distanciou de Rafael Correa como indivíduo, mas a consulta popular tenta mudar o processo equatoriano também no nível político. Porém, é importante se perguntar até onde o atual presidente mudará a política de seu antecessor, e até onde as disputas internas pelo poder permitirão retrocessos e avanços.

Pernambuco: Semana da Classe Trabalhadora

A partir do dia 24 de abril, sindicatos, partidos de esquerda e movimentos sociais de todo estado de Pernambuco promovem a 5 º edição da Semana da Classe Trabalhadora, “Trabalhadores em Luta Contra o Golpe nos seus direitos”, uma série de atividades políticas e culturais que preparam os trabalhadores para o 1º de Maio.

CUBA REITERA SEU APOIO A LULA

O Ministério de Relações Exteriores da República de Cuba denuncia a prisão com fins políticos do companheiro Luiz Inácio “Lula” da Silva, o que constitui um fato gravíssimo ao tentar impedir que o líder mais popular do Brasil seja candidato à presidência desse país.

PCML na luta contra o fascismo

O PCML participou ativamente do ato, onde a proposta de unidade das esquerdas se centrará, entre outros pontos, na realização de um programa mínino, uma histórica proposta do Partido, que deva ser atendido para a defesa do povo.