Notícias

Uma revisita à Ditadura de 1964

Quando é dado o golpe em 1964, a repressão soube intervir num ponto nevrálgico: os sindicatos dos trabalhadores. Líderes mais politizados e mobilizadores das categorias foram expulsos ou desaparecidos pela truculência ostensiva ou advertida, alijados das direções das agremiações pelas quais foram eleitos com legitimidade.

Presidenta Dilma Rousseff fala ao povo brasileiro.

Eu fui eleita presidenta por 54 milhões de cidadãs e de cidadãos brasileiros e é nesta condição, na condição de presidenta eleita pelos 54 milhões, que eu me dirijo a vocês nesse momento decisivo para a democracia brasileira e para nosso futuro como nação. (Transcrição Discurso da Presidenta Dilma Rousseff em 12/05).

O 8 de março em São Paulo e as reflexões que nos traz a guerreira Domitila Barrios

Domitila - mulher, indígena, boliviana, dona de casa, oriunda das minas, mãe de sete filhos, dirigente sindical, presa e torturada pela ditadura na década de 70 dizia: “A nossa posição não é igual a das feministas. A nossa libertação consiste primeiramente na libertação de nosso país do imperialismo e que um operário como nós esteja no poder; e que as leis, a educação, tudo seja controlado por ele.

Canto a democracia mobiliza corações contra o golpe

Cerca de 30 mil pessoas passaram pela Praça da Estação durante o evento para apreciar o trabalho de artistas como Toninho Horta, Vanderlee, Celso Adolfo, Chico Amaral, Filhas da Mãe, Coletivo Negra, Gustavito, Djambê, Nem Secos, Mulheres do Hip Hop e Titane.

Congresso tomado por golpistas vota por processo de impedimento

Com um placar de 367 votos a favor, 137 contra e 7 abstenções, a Câmara dos Deputados, no último domingo, dia 17 de abril, deu início a mais uma traição contra a vontade popular manifestada nas eleições de 2014 e aprovou o processo de afastamento da atual presidenta da República, Dilma Rousseff, legitimamente eleita pela maioria da população.

Funk contra o golpe em Copacabana

O Jornal Inverta esteve no dia 17/04 em Copacabana onde foi realizado o baile funk contra o golpe de um novo tipo e pela democracia como proposto por um dos percussores do movimento funk no Brasil, Rômulo Costa