Pelo Mundo

Fonte: Agência de Notícias Xinhua e Prensa Latina

Rússia e EUA a um encontro crucial para a estabilidade mundial

O presidente russo Vladimir Putin participou em 16/07 de uma reunião com seu homólogo estadunidense Donald Trump, em Helsinki, crucial para a estabilidade estratégica no mundo, porém, com prognósticos reservados. Trump enviou mensagens, tanto positivas quanto negativas, antes do encontro no Palácio Presidencial da capital finlandesa. As dificuldades previstas para o encontro referem-se aos próprios temas de discussão, como Síria, Ucrânia (na visão russa) e as relações bilaterais. Washington insiste em debater sobre uma suposta ingerência russa nos assuntos internos dos EUA, um tema indigesto a Trump, que se dispõe a analisar uma controversa acusação contra 12 militares russos, acusados de interceptação de comunicações e sites norte-americanos para manipular as eleições de novembro de 2016.

Exército sírio prossegue avanço militar na província de Quneitra

Depois de intensos combates contra grupos terroristas, o exército sírio prosseguiu em 16/07, na capital Damasco, seu avanço na província de Quneitra, ao libertar a cidade de Al-Mashara e zonas vizinhas, informaram fontes militares. Noticiários locais informaram também que foi importante a recuperação dessa demarcação por sua proximidade com os limites com a vizinha Jordânia, Líbano e os Altos do Golã, ocupados por Israel.

Exército israelense realiza nova onda de violência na Cisjordânia

As forças militares israelenses realizaram, no dia 16/07 em Ramalah, novas incursões por toda Cisjordânia, que concluíram com a detenção de oito palestinos, divulgou a Sociedade de Prisioneiros Palestinos. De acordo com essa organização não governamental (ONG), as tropas sionistas invadiram uma moradia na cidade de Al-Khader, ao sul de Belém, e prenderam um de seus residentes após saquear a casa; tratava-se de um jovem de 27 anos, ex-prisioneiro dos cárceres israelenses. A Sociedade de Prisioneiros Palestinos divulgou também a prisão de outros dois residentes no distrito de Belém, no sul da Cisjordânia.

Povos indígenas latino-americanos abordam o desenvolvimento sustentável

Apesar da contribuição que as comunidades indígenas podem oferecer aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), existem hoje na América Latina e no Caribe poucos dados a esse respeito, além de políticas focadas nesse sentido. Assim se reflete no relatório “Situação da implementação dos ODS na América Latina e no Caribe na visão dos Povos Indígenas”, apresentado em 16/07 no foro de alto nível das Nações Unidas sobre o tema.