especial

Ato no DF no dia 24 de maio

A ocupação da capital do país no dia 24/05 (quarta-feira) entra para a história como um “massacre covarde do golpista Temer”, um ataque desproporcional contra mais de 200 mil pessoas, trabalhadores, operários, militantes sem-teto, sem-terra, religiosos e movimentos sociais, convocados pelas centrais sindicais CUT, CTB, UGT, Força Sindical, CGTB, NCST, INTERSINDICAL, CSB, CSP.