Nota de repúdio

A Juventude 5 de Julho emitiu uma nota de repúdio sobre o assassinato de Maria Eduarda Alves, mais uma vítima do genocídio com o qual as classes dominantes buscam ceifar as esperanças de dias melhores da nossa juventude. Para os ricos, Costa Barros é só um depósito de trabalhadores baratos, números descartáveis. Esse sangue se chama capitalismo e o estanque da hemorragia se chama Socialismo.

 

Quinta feira, dia 30 de março de 2017, 15 horas, bairro de Costa Barros, zona norte do Rio de Janeiro. Mais um dia normal para a burguesia e mais um triste acontecimento no cotidiano dos trabalhadores do Complexo da Pedreira. Hoje, uma desastrosa operação policial resultou em três mortes. Dois jovens foram sumariamente assassinados em plena luz do dia, após estarem rendidos e deitados no chão. Dois policiais se aproximam e comprovam que ainda estão vivos e depois executam ambos. Os jovens são acusados de participação no tráfico, o que em nada justifica a execução sumária e fria de pessoas desarmadas. Porém, este novo triste capítulo da história da matança promovida contra a juventude negra e pobre desta comunidade ganha ainda tons mais dramáticos quando uma adolescente de 13 anos morre dentro de sua escola, vítima de uma bala “perdida”.

 

A adolescente Maria Eduarda Alves, de 13 anos, era estudante no colégio Jornalista Daniel Piza e se soma a mais uma longa lista de vítimas no bairro de Costa Barros. Apenas para citar alguns entre muitos casos, em novembro de 2015 cinco jovens foram assassinados, também fuzilados sumariamente com mais de cem tiros enquanto comemoravam o primeiro emprego de um deles. Pouco antes, dois jovens foram assassinados quando um PM confundiu um macaco hidráulico com um fuzil, e a esposa de um dos jovens estava grávida. Poderíamos citar aqui também as inúmeras vítimas do “conflito” entre o tráfico e a PM, como a empregada doméstica Ana Cleide Ferreira Lima da Silva, de 41 anos, que foi atingida nas costas quando seguia para o posto de saúde marcar uma consulta médica para a sogra. São infelizmente inúmeros os casos.

A Juventude 5 de Julho-RJ e seu núcleo Rubens Paiva repudiam mais essa atrocidade contra nossa juventude negra, proletária e das favelas. Isso é uma questão de ódio de classe, porque este sangue está nas mãos do sistema que faz das comunidades proletárias um depósito de farrapos humanos, úteis a um capitalismo que, se não lucra te explorando em um subemprego, lucra te usando como desculpa de todo o mal da sociedade quando um grupo de analfabetos, seminutridos e destreinados pegam em armas para vender o resto da droga que não foi para as fazendas de senadores ou não está abastecendo as festas dos ricos, quando quem lucra são empresários, senadores e generais com esses camelôs do tráfico que irão morrer sendo a desculpa útil que o sistema capitalista precisa para seguir massacrando a classe trabalhadora, em especial sua juventude, e dentre ela a juventude negra. Todos os casos aqui citados anteriormente de vítimas da violência policial são de pessoas negras. A polícia chega atirando em um local com escolas e casas porque, para esse sistema, Costa Barros é só um depósito de trabalhadores baratos, números descartáveis. Porque na hora de prender gente na Barra e no Leblon a ação é outra.

 

Em tempos em que, como forma de ofensa, alguns gritam “Vai pra Cuba!” e nos acusam de socialista ou comunista, expressamos que somos sim lutadores do socialismo, e falem o que quiserem de Cuba ou dos demais países socialistas, nestas nações nenhuma mãe ou pai sofreu ou sofrerá a dor de perder uma filha ou filho numa operação policial enquanto estava na escola, como uma família de Costa Barros sente hoje. Mais uma dor para contar. Esse sangue se chama capitalismo e o estanque da hemorragia se chama Socialismo.

 

Wesley, Wilton, Roberto, Carlos, Cleiton, Jorge Lucas, Thiago, Ana Cleide e Maria Eduarda estarão presentes em nossa luta por construir uma Costa Barros, um Rio de Janeiro, um Brasil e um mundo melhor para nosso povo! PRESENTES!

 

TODOS OS DIAS HAVERÃO DE SER NOSSOS!

OUSAR LUTAR OUSAR VENCER!

 

JUVENTUDE CINCO DE JULHO-RJ

JUVENTUDE CINCO DE JULHO NÚCLEO RUBENS PAIVA