Política

A eleição de Dilma Rousseff e a nova estratégia da fração financeira derrotada

No recente processo eleitoral de sucessão ao atual presidente da república, Lula, nem mesmo os analistas políticos de plantão mais otimistas acreditavam em uma esmagadora vitória da denominada base aliada ao governo contra os setores que representam a fração da oligarquia financeira, de caráter nazifascista, herdeira dos antigos barões do café, encastelados no estado de SP e com alianças em boa parte dos estados brasileiros, principalmente nas regiões Sul e Centro-Oeste.