A volta da diva Dolores Duran

Uma jóia rara em forma de música, 21 faixas do que há de mais belo no cancioneiro popular brasileiro, muito bem cuidado com fotos raras cedidas pela irmã também cantora, Denise Duran, com a participação de grandes músicos para deleite de todos nós. O CD lançado pela gravadora Lua Music, conta com o maior elenco de vozes já reunidas em tributo à Dolores Duran.

A volta da diva Dolores Duran


Uma jóia rara em forma de música, 21 faixas do que há de mais belo no cancioneiro popular brasileiro, muito bem cuidado com fotos raras cedidas pela irmã também cantora, Denise Duran, com a participação de grandes músicos para deleite de todos nós. O CD lançado pela gravadora Lua Music, conta com o maior elenco de vozes já reunidas em tributo à Dolores Duran.

Leila Pinheiro abre o CD com a “A Noite do Meu Bem”, ao piano de João Carlos de Assis Brasil, esbanjando musicalidade, a segunda faixa é de responsabilidade de Célia, a categoria em pessoa, sua interpretação para “Olha o Tempo Passando” é definitiva, nos leva ao delírio; em seguida vem o Fagner fazendo de “Castigo” um dos pontos alto do CD. “Por Causa de Você” faz de Fafá de Belém uma nova cantora, mais suave, mais amorosa ao lidar com sentimentos tão profundos. “O Que é Que eu Faço” (uma das parcerias com o grande pianista Ribamar), com Zezé Motta, nos devolve a alegria de cantar junto. Em seguida, Vânia Bastos nos faz perder o fôlego ao unir sua voz ao violão do arrajandor e diretor musical Ronaldo Rayol, que arrebenta com tudo e nos leva a loucura de uma “Noite de Paz”, Alaíde Costa faz de “Ternura Antiga” uma nova canção com sua voz mágica, com todos os sentimentos a flor da pele, parabéns! Claudette Soares faz de “Não me Culpe” a mais amorosa de todas interpretações do CD, penetra fundo em nossos corações, fazendo arder a paixão, a sensualidade e todos os sentimentos enriquecendo a música de Dolores, Paulinho Moska da um toque todo pessoal na “Solidão” de Dolores, uma voz com todos os (ais) do amor, esperança de toda uma vida, Wanderlea faz a diferença, um divisor de ritmos tão verdadeiro dentro da música “Fim de Caso” parece que uma nova interprete nasce de Dolores e quem sai ganhando é o publico que a redescobre muito mais musical, Tetê Espindola é um sopro de vida dentro do CD, uma proposta de amor com todo o sol que ela tem na voz uma “Estrada do Sol” nunca ouvida, Claudia Telles e Tito Madi é o único dueto, por isso fazem a diferença na música “O Negocio é Amar” última letra deixada por Dolores e musicada por Carlos Lira, a mais carioca de todas as músicas dessa grande cantora e compositora, um resumo da boemia do Rio de Janeiro dos anos 50/60, Peri Ribeiro nos conduz para dentro dessa poesia delicada marcada por sentimentos que nos fazem mais humanos, uma interpretação impecável, divina voz que faz de “Leva-me Contigo” um caminho sem volta, recordando o grande intérprete dessa música “Agostinho dos Santos”, Cida Moreira a voz que se completa com o violão de Ronaldo Rayol na “Canção da Volta”, única composição que não é de autoria de Dolores, porém foi seu primeiro grande sucesso.

O trabalho desses intérpretes te leva para dentro do universo de Dolores e você fica refém de tanto amor, em seguida Leny Andrade esbanja categoria na faixa “Se é Por Falta de Adeus” acompanha ao piano de Hanilton Messias, o coração dispara e Dolores entra na corrente sanguínea, porque depois Fátima Guedes quase a capela e ao piano nos remete à noite de Dolores com toda a ternura de “Pela Rua” destino dos apaixonados e seus lamentos, Carlos Navas da uma nova leitura a “Idéias Erradas” em tom coloquial marcando o compasso do samba canção no lamento de sua voz suave e diferente, talentoso jovem da MPB, Doris Monteiro nos remete ao eterno compasso de sua bossa, um sopro de jazz na faixa “Tome Continha de Você”, Jane Duboc e Keko Brandão ao piano tocam fundo na modernidade da música de Dolores e fazem da “Canção da Tristeza” um fato inexplicável novo dentro do CD, como se músico e cantora lançassem música inédita de Dolores, outra novidade é Toni Platão em “Se eu Tiver”, confiram! Encerrando o CD está Denise Duran, a irmã de Dolores, a grande surpresa do CD, a faixa mais singela desse trabalho de Thiago Marques imperdível, corram, lutem por um exemplar de “A Música de Dolores”, a edição é limitada e rara, dedicado a grande intérprete de Dolores, “Marisa Gata Mansa”.


Roberto Nogueira