Sílvio Tendler lança documentário sobre Milton Santos

O INVERTA conversou com Silvio Tendler que lançou em DVD o documentário Encontro com Milton Santos ou o Mundo Global Visto do Lado de Cá, premiado como melhor filme pelo júri popular do Festival de Cinema de Brasília, em 2006.

Sílvio Tendler lança documentário sobre Milton Santos


O INVERTA conversou com Silvio Tendler que lançou em DVD o documentário Encontro com Milton Santos ou o Mundo Global Visto do Lado de Cá, premiado como melhor filme pelo júri popular do Festival de Cinema de Brasília, em 2006.

O documentário, que tem a duração de 89 minutos, aborda o tema da globalização sob uma perspectiva da periferia, de cidades, países e continentes, tendo como base uma entrevista feita em janeiro de 2001 com o geógrafo Milton Santos - um dos principais expoentes do pensamento brasileiro do século XX.

O filme mostra uma citação de Josué de Castro sobre os dois grupos que se dividem a humanidade dos que não dormem porque não comem e dos que não dormem com medo dos que não comem segundo Sílvio essa é uma realidade no mundo hoje: “estamos vivendo um momento de extrema violência em que todo mundo tem medo dos semelhantes e acha que vai se sentir mais seguro com uma casa gradeada e não é por aí e sim com uma redistribuição de renda e de riqueza eficaz”.

Qual seria então a alternativa de Milton Santos ao projeto neoliberal, que é um grande fracasso em todos os sentidos? O cineasta descreve que o geógrafo no filme fala sobre isso e que o caminho da humanidade é a reconstrução de um estado socializante, defendendo o socialismo como solução e alternativa para a humanidade.

O meio ambiente e sua atual crise causada por um modelo autodestrutivo de desenvolvimento é uma das questões levantadas no filme, Milton Santos que afirma que nunca houve humanidade e que agora está acontecendo os primeiros ensaios do que se pode chamar de humanidade e ele acha que uma economia que integre os países e os povos do hemisfério sul e os pobres de cada país é um modelo que vai permitir um direcionamento do projeto de desenvolvimento humano no sentido auto-sustentável. Sílvio avalia a postura do professor Milton Santos enquanto cientista como um otimista e acredita que a humanidade está nascendo agora e que nunca houve este conceito e a partir de agora os seres humanos vão se organizar e se reunir e desenvolver um projeto de interesse coletivo.


JCFL