Theotônio dos Santos, Presente!!!!

O camarada Theotônio dos Santos foi um exemplo vivo de um intelectual comunista, integralmente dedicado à luta internacionalista da classe operária.

 

É com pesar que comunicamos o falecimento hoje, 27 de fevereiro de 2018, às 9 horas, do camarada Theotônio dos Santos, Presidente do Conselho Diretor do CEPPES e conselheiro editorial do Jornal INVERTA, tendo sido agraciado com a Comenda Imprescindível em 2012.

O velório será dia 28/02, das 10h às 14h, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Rio de Janeiro (Praça Marechal Floriano s/n, Cinelândia). Seguidamente, o crematório será no Memorial do Carmo, Cemitério do Caju, às 16h.

 

Autor de um volumosa obra e formulador, em coautoria com Vânia Bambirra e Ruy Mauro Marini, da Teoria da Dependência, mundialmente reconhecida, Theotônio dos Santos foi também, durante toda a sua vida, um militante revolucionário, tendo sido um dos fundadores da Política Operária em 1961.

 

Foi perseguido pela ditadura brasileira e pela do Chile, país no qual havia se exilado e do qual teve que sair após o golpe de Pinochet.

 

Ao retornar ao Brasil, após anos de exílio no Chile e no México, Theotônio foi um dos fundadores do PDT, partido pelo qual foi candidato ao governo de Minas Gerais nas eleições de 1982. Foi também o coordenador de Relações Internacionais do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

 

Doutor Honoris Causa em diversas universidades pelo mundo, Theotônio frequentemente viajava para países de todo o mundo, sobretudo, da América Latina. Como intelectual comprometido com a integração do continente, e sempre solidário à Revolução Cubana, a Fidel Castro e seu povo, Theotônio era interlocutor dos presidentes latino-americanos que comandaram o processo de resistência ao neoliberalismo, como Dilma Rousseff, Rafael Correa, Evo Morales e, especialmente, Hugo Chávez.

 

Participava de atividades na Rússia e na China, onde no primeiro era constantemente requisitado pelo Instituto Latino-Americano da Academia das Ciências da Rússia, e no último Theotônio dos Santos é um dos autores acadêmicos brasileiros mais publicados.

 

A perda do camarada Theotônio ocorreu quando ele estava em plena atividade. Dedicava-se anualmente como conferencista no Seminário Internacional de Lutas contra o Neoliberalismo. Em 2013, Theotônio ingressa e aceita presidir o Conselho Diretor do CEPPES, e promove uma cooperação deste com a REGGEN – Rede e Cátedra da Unesco/UNU, na qual era o Coordenador Geral. Essa parceria resulta em publicações e na realização, entre outras atividades, do Seminário REGGEN/UFC em 2013.

 

Theotônio dos Santos estava voltado para diversas questões, entre estas, o debate acerca da crise do capital, tendo prefaciado a Crise Orgânica do Capital: o valor, a ciência e a educação, do Professor Doutor Aluisio Bevilaqua, editor do Jornal Inverta. Em 2017, durante o lançamento da obra na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), ele apresentou o livro, ocasião em que foi aplaudido pelo público após sua análise acerca da geopolítica internacional e sua relação com a crise orgânica do capital, tese defendida pelo autor.

 

O camarada Theotônio dos Santos foi um exemplo vivo de um intelectual comunista, integralmente dedicado à luta internacionalista da classe operária. Os militantes do Partido Comunista Marxista-Leninista, do Jornal Inverta, do CEPPES, do Movimento Nacional de Lutas contra o Neoliberalismo e da Juventude 5 de Julho passamos a conviver com um vazio em nossos corações, vazio que o exemplo de Theotônio e sua obra nos ajuda a preencher, com estudo e luta.

 

Theotônio dos Santos, presente!!!

 

Leia entrevista com Thetônio dos Santos em "Quem faz o movimento?"