Você está aqui: Página Inicial / Edição Impressa / Edição 415 / Social / Região Nordeste vive caos na Saúde Públia

Região Nordeste vive caos na Saúde Públia

Os estados de Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Ceará estão enfrentando um verdadeiro caos no sistema de saúde pública com movimentos reivindicatórios dos profissionais da área. A mais nova forma de protesto dos médicos é o pedido de demissão coletiva.

Região  Nordeste vive caos na Saúde Públia


Os estados de Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Ceará estão enfrentando um verdadeiro caos no sistema de saúde pública com movimentos reivindicatórios dos profissionais da área. A mais nova forma de protesto dos médicos é o pedido de demissão coletiva. Em Alagoas, 143 profissionais da área médica se desligaram do sistema de saúde pública após estarem em greve há mais de dois meses e na região metropolitana de Maceió todos os cinco pronto-socorros que prestam assistência ambulatorial estão fechados.

Em Pernambuco, 111 médicos pediram demissão e outros 250 profissionais entregaram cartas de intenção ao sindicato da categoria e o governo estadual pernambucano afirmou que irá mandar os casos mais graves para os estados da Paraíba e Ceará que já estão com o sistema público superlotados de doentes, segundo autoridades locais. Das três maiores emergências da capital pernambucana somente uma funcionou no último dia 2 de agosto, a unidade do Hospital da Restauração, que atendeu a todas as especialidades com o auxílio das Forças Armadas e da Polícia Militar.

Na Paraíba servidores estaduais e profissionais da saúde estão em greve desde o dia 30 de julho e com isso os hospitais de João Pessoa e de Campina Grande estão lotados e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) da capital paraibana, que atende diariamente 150 pacientes - mais de 60% dos casos - tem o atendimento rejeitado e de acordo com o sindicato um total de 70% dos serviços estão parados.

Bento Pereira
TOMAS TURBANO disse:
01/11/2011 20h52

EU ADOREI ESSE SITE MT OBRIGADO MSM

Comentários foram desativados.