sobre Érico Veríssimo e o preconceito racial

Era o consagrado, endeusado e imortalizado (pela Academia), escritor Érico Veríssimo racista?

Algumas considerações sobre Érico Veríssimo e o preconceito racial

Por: Antônio F.  de Almeida

Era o consagrado, endeusado e imortalizado (pela Academia), escritor Érico Veríssimo racista?

Vejamos: o escritor, que fez o “Tempo e o Vento” e “Incidente em Antares”, também fazia livros infantis. Recentemente, um deles veio parar em minhas mãos, dado de presente para o meu filho. O livro em questão chama-se “As aventuras do avião vermelho”.

Li o livro e fiquei surpreso ao constatar passagens de profundo conteúdo racista. A estória é uma fábula sobre um menino que ganha um aviãozinho de brinquedo do pai e para viajar nele, acha um meio de diminuir de tamanho. Embarca no avião, acompanhado de um Ursinho Ruivo e de ‘um boneco preto de louça’, ambos ganham vida. Eis um trecho da estória: “Era um negro de beiçola caída e dente arreganhado, parecido com teclado de piano. Fernandinho lhe tinha dado o nome de Chocolate”.

Mais adiante, o consagrado escritor da burguesia continua: “O negro segurou o cacho de bananas e a mala do capitão...”. “O negro já estava comendo uma banana sem pedir licença ao Capitão”.

O que pensar disso? Mais adiante ele (Érico Veríssimo) continua: “Desceram na África, mas foram muito sem sorte. Caíram bem no meio de uma aldeia de selvagens... O chefão - um negro com cara de macaco...”. Continua o idolatrado escritor da burguesia: “Chocolate pensou um pouco. Depois repetiu para Fernando, em língua de gente, o que o chefe negro tinha dito”. Concluímos, obviamente, que para Érico Veríssimo a língua africana não é língua de gente. Destaquei estas passagens, entre outras, para mostrar a minha repugnância para com esse livreto, dito “infantil” e dirigido para crianças pequenas, ainda em formação intelectual.

Eis algumas observações sobre Érico Verríssimo: de origem burguesa, nasceu em Cruz Alta, Rio Grande do Sul, em 1905, e morreu em 1975. Deu aulas nas universidades norte-americanas de Berkeley e Oakland, de 1941 a 1945. Teve sua obra bem difundida nos Estados Unidos.

Concluo, por tudo isso, que se Érico Verríssimo não era um racista declarado, trazia em si o perigoso germe do racismo.


Sr.
Sr. disse:
22/10/2011 20h04

seu comentário é muito antigo, sem contudo perder a sua relevância. acredito que commo falou em sua conclusão algumas passagens, induzem a um conteudo de descriminação por parte do escritor erico. contudo a sitação de frases estirpadas do seu contexto, são perigosas e muitas vezes podem ser um simples artifício para um comentario tendensioso. Acredito que devemos, por lei e por obrigação moral e de civiliadade, lutarmos contra todos os preconceitos e descriminações. Contudo tenho notado que muitas vezes os meio para a buscada de uma igualdade real entre os seres humanos esbarra em interesses e subterfúgios de minorias, servindo ainda de para uma minorias dentro da minoria que busca vantagens e interesses pessoais.gostaria de deixar claro que não me refiro ao senhor, bem como a ninguem em especial, mas contra uma patologia intaurada em nossa sociedade. NÃO A TODOS OS PRECONCEITOS E DESCRIMINAÇÕES, SOMOS TODO HUMANOS E FILHOS DE DEUS (para quem cree nele)saudações!

carlos coutinho
carlos coutinho disse:
13/01/2011 17h31
Srs.
Circulou um Email no Metro em Sâo Paulo, enviado pelo Email da Empresa, um texto IMPRESTAVEL deste discutivel ERICO VERISSIMO, referente a racismo. Criminosos do METRÔ ponto de desestabilizar psicologicamente alguem de cor parda que eles entendem com ameaça a seus cargos, enviaram a minha pessoa tal email com conteudo IMPRESTAVEL deste escritor. O assunto (crime) está aos cuidados do Sr Delegado do 97 DP Americanopolis, e criminosos do METRÔ estão fazendo pressão para que não sofra a ação penal, os criminosos que divulgaram tal Email infringindo literalmente a lei 7716/89 e Artigo 140 do CPB. Tal assunto é de conhecimento do Ex.mo Sr Ministro da Igualdade Racial Dr Edson Santos. Deve-se proibir todo e qualquer divulgação dos escritos de ERICO VERISSIMO em Territorio Brasileiro, que com certeza o mesmo é racista, observando seus discutiveis e pessimos escritos referente a Racismo.Grato
Comentários foram desativados.