editorial

Tragédia e farsa no governo Bolsonaro e a luta contra o neoliberalismo no Brasil

Nas ruas das principais cidades do país, os milhões de miseráveis que dormem nas marquises e disputam algum resto de comida, um milhão e 300 mil que esperam na fila do INSS algum tipo de seguridade à doença, à velhice e ao desamparo, os mais de 12 milhões de desempregados e outros milhões que padecem dos tormentos do trabalho agora com roupagem high tech; esse é apenas um esboço do retrato que o horror neoliberal traçou no nosso tecido social.