Recepção massiva em Belo Horizonte deixa a presidenta Dilma Rousseff emocionada

Dilma denunciou esse novo tipo de Golpe imposto sobre o Brasil, que já foi usado em outros países da América Latina e é diferente dos tradicionais Golpes militares que o continente testemunhou até a década de 1980. Depois de explicar detalhadamente porque as acusações contra ela são ilegítimas, deixou claro que é imprescindível uma reforma política no país para permitir mais avanços, como, por exemplo, a democratização dos meios de comunicação.

Mais de 30 mil pessoas participaram de ato político no dia 20 de maio na capital mineira, que começou na Praça Afonso Arinos e marchou rumo ao 5º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais, onde se encontrava a presidenta Dilma Rousseff. Proibida de participar de atos públicos, segundo os organizadores, Dilma falou de pé na rua, sem poder subir ao carro de som.

Depois de se dirigir ao povo nas ruas, a presidenta democraticamente eleita e afastada por um impeachment fraudulento começou seu discurso de abertura no 5º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais afirmando estar emocionada com a recepção que superou as expectativas dos organizadores, “uma manifestação que demonstrava uma grande energia política e uma grande força, que só o povo tem quando resolve lutar por seus interesses”.
Em sua fala, enfatizou que o que está em jogo é a democracia, um caminho traçado que teve suas falhas e lacunas, mas que é capaz de enfrentar os problemas que ainda faltavam resolver.

Os golpistas que estão atualmente no poder sabem que não chegariam à presidência pelo voto popular e o programa que estão tentando impor não foi submetido às urnas, nem seria aprovado pelo povo.

Sobre a eliminação do Ministério da Cultura (MinC), afirmou que esse governo, composto por “ministérios de homens velhos, ricos e brancos”, não entende a simbologia política de ter um ministério que pensa nossa identidade no âmbito nacional, que valoriza tudo aquilo que é Brasil. Segundo a presidenta, em um país diverso como o nosso, a cultura cumpre o papel de construtor da alma nacional.

Além da importância do MinC, que havia sido eliminado, falou aos presentes sobre outras pretensões golpistas como a redução do Bolsa Família, a retirada de direitos adquiridos, a política exterior de José Serra, a desvinculação do orçamento para saúde e educação, o risco que correm as empresas estatais, o papel central que desempenhou Eduardo Cunha no deslocamento político da composição do congresso de centro para extrema direita, além das diversas manobras de sabotagem a seu segundo mandato.

Dilma denunciou esse novo tipo de Golpe imposto sobre o Brasil, que já foi usado em outros países da América Latina e é diferente dos tradicionais Golpes militares que o continente testemunhou até a década de 1980. Depois de explicar detalhadamente porque as acusações contra ela são ilegítimas, deixou claro que é imprescindível uma reforma política no país para permitir mais avanços, como, por exemplo, a democratização dos meios de comunicação. Em relação aos meios golpistas, disse que já não podemos ser politicamente ingênuos e que é necessário estar alerta contra a “espetacularização” de denúncias e escândalos, sempre nos perguntando: “O que há por trás disso? A quem interessa? Porque é seletivo?”.

Antes de concluir, fez um alerta sobre o “tremendo retrocesso” que esse Golpe representa, dizendo temer que um governo ilegítimo, “ao tentar implantar certas medidas, só tenha o recurso da repressão para fazê-las viáveis”. Assim sendo, assumiu o compromisso de zelar pela democracia e pelos direitos do povo brasileiro, dizendo que sua obrigação é “lutar até o fim”.

Ao encerrar seu discurso no Encontro organizado pelo Sindicato de Jornalistas de Minas Gerais, pelo Centro de Estudos e Mídia Barão de Itararé e pela Comissão Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais, agradeceu a Frente Brasil Popular, a Frente Povo Sem Medo, os movimentos sociais, os blogueiros e ativistas digitais e todo o povo que a recebeu, enfatizando ter ficado “muito emocionada, muito sensibilizada” com a recepção e a energia.

Sucursal BH