Círculos do Poder

Governador do DF prestará depoimento à CPI, Presidência da República desautoriza declaração de Mendes Ribeiro sobre Código Florestal

Governador do DF prestará depoimento à CPI

 

Brasília - O governador do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz (PT), prestou depoimento nesta semana à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira. O depoimento foi realizado na quarta-feira (13). "É uma oportunidade para Agnelo esclarecer possíveis dúvidas sobre sua relação com Cachoeira", comentou o relator da comissão, deputado Odair Cunha (PT-MG).


A convocação do governador do DF foi aprovada há duas semanas, no mesmo dia em que a comissão aprovou a convocação do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).


Gravações da Polícia Federal, feitas durante a Operação Monte Carlo, flagraram o então chefe de gabinete de Agnelo, Cláudio Monteiro, em conversa com pessoas ligadas a Carlinhos Cachoeira. Quando as denúncias foram veiculadas pela imprensa, Monteiro pediu afastamento do cargo.


A empresa Delta, acusada pela Polícia Federal de fazer parte da organização comandada por Cachoeira, era responsável pela coleta de lixo no Distrito Federal e seu contrato foi suspenso na semana passada.

 

Presidência da República desautoriza declaração de Mendes Ribeiro sobre Código Florestal

 

Brasília - Depois de declarar que o governo vai negociar as emendas à medida provisória (MP) que trata do novo Código Florestal, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, foi desautorizado pela Presidência da República a falar sobre o tema.


“O ministro não está autorizado a falar sobre negociações envolvendo o Código Florestal”, afirmou no dia 9/06, o porta-voz da Presidência, Thomas Traumann.
Segundo Traumann, Mendes Ribeiro Filho deu uma opinião pessoal sobre as negociações, que não reflete o posicionamento oficial do governo. A declaração foi dada 8/06, depois de uma reunião com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada.


Tanto o porta-voz da Presidência quanto a assessoria do Ministério da Agricultura garantem que, durante o encontro, a presidenta e o ministro trataram apenas do Plano Safra, que será lançado no final do mês. De acordo com as informações, em momento algum as negociações sobre Código Florestal foram discutidas na reunião.

Fonte: ABr