Internacional

Atentados fascistas na Noruega

No dia 22 de julho, a Noruega viveu um duplo atentado terrorista que deixou mais de 75 mortos. O fascista Anders Behring Breivik reivindicou a autoria das ações. Estes atentados terroristas não podem ser encarados como um fenômeno isolado: o fascismo representa um perigo real e faz-se necessária a formação de uma frente única contra esta ameaça.

O assalto "humanitário" ao povo líbio

Há uma semana do dia 21 de agosto, quando a Organização do Atlântico Norte (OTAN) anunciou, após vários dias de bombardeios sustentados sobre Trípoli, que seus "rebeldes" tinham tomado a capital da Líbia, a resistência continua.