Coluna Pelo Mundo

Fonte: Agência de Notícias Xinhua e Prensa Latina

Cresce pobreza extrema mundial, admite o Banco Mundial


Washington, 16 fev (Prensa Latina) Cerca de 44 milhões de pessoas engrossaram a legião de quem vive na extrema pobreza nos países subdesenvolvidos pela alta do preço dos alimentos, segundo informe em 16/02, do Banco Mundial (BM).  O presidente desse organismo multilateral, Robert Zoellick, sugeriu que essa situação seja tratada na reunião -do fim de semana em Paris- do grupo das 20 economias mais industrializadas e as emergentes (G-20).  E ressaltou que de acordo com indicadores do BM, as cotações dos alimentos aumentaram 29 por cento em relação ao ano passado.

Fidel Castro adverte sobre consequências da mudança climática


O líder da Revolução cubana, Fidel Castro, advertiu a respeito das consequências negativas da mudança climática, sobretudo na produção de alimentos.  Durante um encontro com intelectuais participantes na XX Feira Internacional do Livro de Havana, enfatizou que as consequências desta crise alimentar vão muito mais além da economia. Em tal sentido aludiu à influência da alta dos preços dos alimentos no desencadeamento dos levantamentos contra os governos do Oriente .