Cultura

Michael Jackson: eleito Rei do Pop, mas foi escravo até a morte

Noticiada a morte de Michael Jackson, aos 50 anos de idade, por parada cardíaca e respiratória, toda uma legião de fãs do artista chora sua morte e se pergunta por quê? Enquanto isto, golpes de estados em Honduras (a recusa do exército em aceitar a realização do referendo) e no Irã (o jogo da direita em não aceitar o resultado das eleições), orquestrados pela CIA, estão em andamento; no Peru, um massacre de indígenas banhou de sangue as selvas de nossa América, a mídia cega os olhos das massas e tapa seus ouvidos com a voz e a performance do artista. Mesmo morto, o eleito Rei do Pop pela indústria capitalista fonográfica continua escravo do papel histórico que desempenhou na vida devido ao seu reconhecido talento genial: entreter as massas e dar lucro à indústria capitalista fonográfica desde a Motown, Epic e Sony Music.

Há um tesouro na Ilha de Cuba!

Impossível conter a vontade de escrever sobre Cuba. Um pequeno país, cercado por águas transparentes, lindo! Cercado também por ideais e valores há muito tempo perdidos neste outro mundo que cerca a ilha. Quem já fez um mergulho em Cuba sabe. Sabe que a Ilha guarda tesouros simples como a gente de lá. Não falo dos “tesouros” que hoje em dia encontramos nas lojas. Nesta ilha pequena os valores são outros... Por isso a vontade de contar um pouco, também com simplicidade, o que encontrei na Ilha de José Martí, Che Guevara e Fidel. Por que não?

Prêmio Libertador ao pensamento crítico

No próximo dia 24 de julho um evento de iniciativa do Ministério do Poder Popular Para a Cultura, da Venezuela, que vem consagrando-se internacionalmente como um dos mais importantes no âmbito das ciências sociais, será realizado em Caracas. Trata-se da cerimônia de premiação do “Premio Libertador al Pensamiento Crítico”, que, encontrando-se já em sua quarta edição (ocorre desde 2005), reúne e apóia produções intelectuais na área das ciências sociais e humanas de autores provenientes de uma grande variedade de países (em sua 2ª edição, de 27 países), caracterizadas essencialmente pela postura crítica em relação ao pensamento hegemônico e às relações socioeconômicas contemporâneas.

Programa Voz Rebelde, mais um canal de comunicação na luta revolucionária

Para aqueles que estão cansados de ouvir sempre as mesmas posições em relação a diversos assuntos de relevância no mundo em geral e no Brasil em particular como são vinculados na mídia burguesa , já podem dispor de mais um canal de comunicação alternativo baseado em uma análise marxista dos fatos através da Web Rádio Petroleira que em pareceria com a INVERTA cooperativa de trabalhadores em serviços editorias e noticiosos, CEPPES e Juventude 5 de Julho, desde de setembro de 2008 realizam o programa VOZ REBELDE. O programa é feito ao vivo às 20:00 horas toda a quinta-feira, sendo ancorado pelo camarada Nato Kandall, com espaço para músicas e contando com a presença de convidados.

Uruguai celebra 100 anos de nascimento do escritor Onetti

Múltiplas atividades e homenagens relembram no Uruguai o centenário do nascimento de um dos mais célebres escritores iberoamericanos, o hermético Juan Carlos Onetti (1909-1994). O peruano Mario Vargas Llosa qualificou-o recentemente como “o primeiro romancista moderno em espanhol” que por detrás “de sua aspereza e agressividade” escondia uma pessoa “terna e vulnerável”.