Política

O momento atual do governo Lula

Nesta fase atual o governo Lula caminha para um vazio político, se caracterizando, por uma desarticulação da base governista onde, principalmente, o PMDB realiza escaramuças que visam o predomínio sobre todas as outras forças políticas que se utilizam da imagem do presidente da República para alcançarem objetivos políticos nas eleições presidenciais de 2010.

Sem organização, não tem solução!

A conjuntura política nacional é bem interessante no atual momento, pois o cenário do Congresso Nacional é a CPI da Petrobras, que está atraindo as discussões. A imprensa burguesa com o objetivo de desmoralizar a maior empresa brasileira junto com a oposição de direita (PSDB e DEM) tenta criar fatos novos para manchar a imagem da empresa, e assim em um futuro governo tucano conseguir a sua privatização, como fizeram no governo FHC com a maioria das empresas estatais dilapidando o patrimônio público para pagar a dívida. Com a instalação da CPI da Petrobras a unidade dos sindicatos, movimentos sociais e entidades civis foi imediata, com a organização da manifestação no Rio de Janeiro, no último dia 21 de maio, contra o projeto da oposição de direita de encurralar o atual governo Lula com as denúncias de corrupção da estatal petrolífera.

Ditadura Militar no Brasil e suas consequências psicosociais

A palestra sobre Ditadura Militar no Brasil - processos de memória e esquecimento e suas consequências psicosociais e políticas, realizada no dia 22 de maio em São Paulo, reabriu um espaço de discussão política no Instituto Sedes acerca das violações de direitos humanos no país hoje e da maneira como os processos de esquecimento e, consequentemente, de impunidade contribuem para a perpetuação de atos de violência e repressão política praticados pelo Estado.

GTNM-SP faz abaixo assinado contra deputado

Dirigido ao Presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, o abaixo assinado realizado pelo Grupo Tortura Nunca Mais/SP repudia a atitude do deputado federal pelo Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro, que segundo a imprensa e ao abaixo-assinado, teria na porta do seu gabinete um cartaz, no qual aparece um cachorro com um osso na boca e com a seguinte frase; “Desaparecidos da Guerrilha do Araguaia, quem gosta de osso é cachorro”, e pede sua cassação por falta de decoro parlamentar.