O que representa a publicação do INVERTA para você?

“O Jornal inverta representa para mim muitas coisas que a gente aprende praticamente, que outro jornal não tem, essa é a qualidade do jornal e ele representa para classe trabalhadora a organização da classe operária. Hoje vemos como classe trabalhadora, leitora, que não há jornal que fale o que o Inverta fala sobre o mundo capitalista, e o caminho que ele oferece, como a violência que extermina os nossos jovens e toda a classe trabalhadora. O Jornal INVERTA vem trazendo isso para a gente que é um modo de libertação do povo e de toda a classe trabalhadora”. Luiz Gonzaga Moreira, 59 anos, aposentado, Nova Iguaçu,-RJ.

O que representa a publicação
do INVERTA para você?


“O Jornal inverta representa para mim muitas coisas que a gente aprende praticamente, que outro jornal não tem, essa é a qualidade do jornal e ele representa para classe trabalhadora a organização da classe operária. Hoje vemos como classe trabalhadora, leitora, que não há jornal que fale o que o Inverta fala sobre o mundo capitalista, e o caminho que ele oferece, como a violência que extermina os nossos jovens e toda a classe trabalhadora. O Jornal INVERTA vem trazendo isso para a gente que é um modo de libertação do povo e de toda a classe trabalhadora”.

Luiz Gonzaga Moreira, 59 anos, aposentado, Nova Iguaçu,-RJ.

 

“Mais do que simplesmente detalhar os fatos, o Jornal INVERTA nos mostra em sua essência, com sua dinâmica econômica, social e política com o método dialético de análise”.

Everton Barboza – Diretor do Sindicato dos Servidores Municipais de Pelotas.


“Para mim, o Jornal INVERTA possui um papel fundamental em termos de nação brasileira. Não desenvolvemos ainda uma classe trabalhadora consciente do que quer, que desconhece completamente seus objetivos imediatos quais são. Isto precisa ser ensinado aos trabalhadores para terem a consciência de que a solução da crise está com eles. Assim como a burguesia edita seus jornais, nós precisamos ter um nosso, porta voz de nossos interesses, do ponto de vista dos trabalhadores. Aí o INVERTA cumpre insubstituível função para levar a mensagem revolucionária aos trabalhadores, conhecer a realidade brasileira, promover a unidade entre os revolucionários, ser o órgão de disseminação ideológica de um partido. Ensinar com clareza, simplicidade e paciência. Há muito por crescer neste sentido, mas com esta firmeza de propósitos tenho certeza de que conseguirá, nem que leve muitos anos para isso. A caminhada é longa, mas vale a pena”.

Mychel Renato Lima, 24 anos, trabalhador do ramo industrial de materiais elétricos - Curitiba/PR.


“Parabenizo esse jornal pela forma de informações claras e livres, pois fala do socialismo de uma forma que todos possam entender e acabando com o preconceito capitalista do brasileiro, e também ajuda o crescimento do país, porque tira [a idéia] que todos dependem dos EUA para serem desenvolvidos.”

Mensagem enviada por Leandro Roberto e Silva através do Portal INVERTA. Administrador do Site


“O INVERTA é um exemplo da força criativa do povo brasileiro, de que é possível sim lutar contra poderes aparentemente invencíveis, como o preconceito de que o proletariado e sua juventude, apesar da brutalização a que é submetido pelo sistema capitalista, não conseguirá entender a teoria marxista-leninista, e a partir daí defender e lutar pela Revolução Comunista em nosso país. Considero esta a tarefa histórica do INVERTA: contribuir para esse objetivo final”.

Gilka Sabino, colaborada do Jornal INVERTA-RJ

 

Carlos Augusto Bastos
Carlos Augusto Bastos disse:
22/11/2011 20h09

Inverta é a voz que liberta e concientiza a classe operária, é a justiça dos oprimidos pelo capitalismo.

O invera é de fato um jornal de concientização política e de volorização cidadã, é a voz que está presa na alma do operário(@). está presa na alma das pessoas de bém.

Comentários foram desativados.