Social

Segurança pública, quem é o responsável?

O despreparo e a má formação dos policiais e das forças do Exército, que têm como provas os recentes casos ocorridos no Rio de Janeiro, como assassinato dos três jovens do Morro da Providência por soldados do Exército, e o assassinato de uma crianças de 5 anos por policiais, efetuando assim a política do capitalismo, de extermínio da população pobre, tem gerado indignação na população do Rio.

Anistia política: pelo direito à memória e à verdade

Nesta edição, as resoluções do Seminário Anistia Política - O direito à Memória e à Verdade na construção do Estado de Direito, realizado em Curitiba, em que se debateu que o que está em jogo nesse processo, muito mais que reparações econômicas àqueles que foram violentados em seus direitos mais elementares. De um lado, os que lutaram contra o golpe militar, de outro, os golpistas de 1964, entre eles torturadores e assassinos.

O Estado e máquina repressora contra o povo

A classe operária e o povo pobre têm sofrido demasiadamente com o neoliberalismo, a chacina que ocorreu com os três jovens do Morro da Providência mostra a forma com a qual os países imperialistas buscam eliminar a população mais pobre -cometendo chacinas, torturas e execuções sumárias. As vítimas se multiplicam a cada dia, são por balas perdidas, confrontos de polícias militares com facções criminosas em área residencial, incursões em residências, prisão arbitrária, etc.