Che Guevara

Entre os dias 21 de novembro e 6 de dezembro, o presidente da OSPAAAL, Alfonso Fraga, visitará o Brasil para inaugurar as exposições que se iniciarem nesses dias, lançando, em parceria com a Cooperativa Inverta, o número 162 da Revista Tricontinental (primeiro a ser lançado em português) e uma reedição da Mensagem do Che à Tricontinental, publicada em 16 de abril de 1967, um dos mais importantes textos de Che Guevara, considerado seu testamento político, no qual ele analisa a situação política da Ásia, da África e da América Latina, anunciando a necessidade de construir um, dois, muitos Vietnãs por todo o planeta.

Che Guevara

Ontem, hoje e sempre


Inaugurou-se em Havana no dia 5 de outubro de 2007, a exposição “Che Guevara, Ontem, Hoje e Sempre”, editada pela Organização de Solidariedade entre os Povos da Ásia, África e América Latina (OSPAAAL) no 40º aniversário da morte de Che Guevara na Bolívia. A exposição chegará ao Brasil no final de novembro. A Exposição Gráfica mostra uma coleção de fotos da vida de Che desde sua infância e adolescência na Argentina, suas lutas em Cuba e em outras terras, além de cartazes produzidos especialmente para a ocasião, pela OSPAAAL, que foi fundada a partir da Conferência Tricontinental, convocada pelo próprio Che Guevara, junto a lideranças mundiais, como Mehdi Ben-Barka, em 1966 em Havana.

Entre os dias 21 de novembro e 6 de dezembro, o presidente da OSPAAAL, Alfonso Fraga, visitará o Brasil para inaugurar as exposições que se iniciarem nesses dias, lançando, em parceria com a Cooperativa Inverta, o número 162 da Revista Tricontinental (primeiro a ser lançado em português) e uma reedição da Mensagem do Che à Tricontinental, publicada em 16 de abril de 1967, um dos mais importantes textos de Che Guevara, considerado seu testamento político, no qual ele analisa a situação política da Ásia, da África e da América Latina, anunciando a necessidade de construir um, dois, muitos Vietnãs por todo o planeta.

Em Atenas, a inauguração da exposição contou com mais de 2000 visitantes. Em Cuba, são dezenas de milhares de visitantes. Cerca de 80 cartazes devem ser impressos, ainda, em diversos países, em todos os continentes. “Che Guevara, Ontem, Hoje e Sempre” não tem precedentes quanto à envergadura e à riqueza dos materiais expostos.

A Exibição conta com 12 cartazes, com base na imagem de Che Guevara, feitos especialmente para a ocasião pelos desenhistas da OSPAAAL, além de cerca de 20 outros cartazes com a imagem de Che produzidos pela OSPAAAL ao longo de seus 41 anos de existência. Serão exibidos, também, aproximadamente 40 cartazes retratando os principais momentos políticos do século XX na Ásia, África e América Latina, e as lutas travadas em cada região.

Os cartazes têm 32 x 52 cm, podendo, no entanto, ser impressos em tamanho distinto de acordo com as necessidades técnicas dos locais de exibição. Nesse 40º aniversário de sua morte e em meio às atuais discussões sobre a integração latino-americana, “Che Guevara, Ontem, Hoje e Sempre” tem enorme potencial no circuito cultural das maiores capitais do país.



Veja mais:

http://www.inverta.info/tricontinental