Tropas dos EUA bombardeiam cidade iraquiana de Ramadi

 

Bagdá, 17 out (PL) - Pelo menos 20 cidadãos morreram como conseqüência de vários bombardeios executados pela aviação norte-americana contra zonas da cidade iraquiana de Ramadi; informaram ho-je fontes médicas.

Segundo as testemunhas, os ataques aconteceram dia 16/10 à noite e se centraram principalmente contra bairros do centro e o setor oriental da cidade, capital da província ocidental do Anbar e um dos pontos de referência do chamado triângulo sunita.

Também se fizeram precisões a respeito de missões aéreas na periferia da cidade, mas na direção norte.

Testemunhas das operações contra áreas densamente povoadas afirmaram que helicópteros de combate americanos bombardearam intensamente as zonas residenciais durante toda a noite.

O Comando Central das forças de ocupação não comentou diretamente o assunto, mas comandos intermediários das tropas norte-americanas disseram que as ações se dirigiram contra supostos refúgios da resistência iraquiana.

Os bombardeios ocasionaram a morte de cinco soldados americanos no sábado, como conseqüência da explosão de uma bomba em Ramadi.

Um comunicado militar informou no dia 17/10 que mais de 70 supostos rebeldes morreram nos combates contra as tropas de ocupação e soldados iraquianos na própria cidade.

Segundo meios de imprensa no terreno, a ofensiva norte-americana consistiu na execução de três ataques sucessivos contra as áreas do norte e centro da vila.

Essas fontes reafirmaram que nos ataques aéreos de apoio a essas operações participaram helicópteros do tipo Cobra e aviões de combate F-15 e F-16. Presume-se que uma parte significativa dos insurgentes perdeu a vida em dois bombardeios contra a região do Abu Faraj, ao norte de Ramadi.

Prensa Latina