Política

Jornal Inverta, Ed. 292 (12 a 19 de junho de 2001)

Não estamos cegos, queremos a CPI

Mal ACM terminava de ler seu discurso demagogo no Senado, como se ele nunca tivesse feito parte de todos os desmandos contra o povo e país que FHC cometeu, o presidente do Senado Jader Barbalho informava que arquivaria o processo de cassação dos senadores acusados de violarem o painel eletrônico na cassação do ex-senador Luiz Estevão.

Crise política faz FHC recompor base aliada

Com a renúncia de Arruda e ACM e saída dos afilhados políticos, FHC vai tentar recompor sua base aliada, fortalecendo, além do PSDB, o PMDB de Jader Barbalho/Sarney e o PFL de Bornhausen, uma forma de sepultar, de vez, a CPI da corrupção, que já tem 26 das 27 assinaturas para ser instalada no Senado.

Governo Garotinho e a política neoliberal

A aplicação das medidas neoliberais no estado, tanto na administração de Marcelo Alencar quanto de Antony Garotinho, tem trazido para a população fluminense fome, descaso, abandono. Crescem os cinturões de miséria e as favelas se multiplicam nas grandes, pequenas e médias cidades.

Malan não convence senadores

BRASÍLIA - Em seu depoimento no Senado sobre a crise cambial de 1999 e a operação fraudulenta de ajuda aos bancos Marka e FonteCindam, o ministro da Fazenda, Pedro Malan, afirmou que ficou sabendo do socorro aos dois bancos através do atual presidente do Banco Central, Armínio Fraga. Sobrou para Fraga confirmar ou desmentir a versão do ministro.