América Latina

Camarada Kim-II Sung presente!

O Partido Comunista Marxista-Leninista do Brasil (PCML-Br) se soma às milhões de vozes que hoje honram a memória do grande líder Kim Il-Sung, libertador do povo coreano e fundador da República Popular Democrática da Coreia (RPDC), no dia de seu 108º aniversário.

Derrotaremos a nova agressão imperialista!

O Departamento de Estado dos Estados Unidos da América e o Procurador Geral daquele país, William Barr, iniciam uma nova agressão imperialista contra nossa pátria e nosso povo. Desta vez, o Presidente da República, Nicolás Maduro, o Presidente da Assembleia Nacional Constituinte, Diosdado Cabello, o Ministro da Indústria e Vice-Presidente de Economia do Setor, Tareck El Aissami, o Ministro da Defesa e o Vice-Presidente de Política GJ Vladimir Padrino, são falsamente acusados de traficantes de drogas.

Derrotaremos la nueva agresión imperialista

El Departamento de Estado de los Estados Unidos de Norteamérica y el Fiscal General de ese país, William Barr, inician una nueva agresión imperialista contra nuestra Patria y nuestro pueblo. Esta vez se acusa falsamente de narcotraficantes al Presidente de la República Nicolás Maduro, al Presidente de la Asamblea Nacional Constituyente Diosdado Cabello, al ministro de Industria y vicepresidente sectorial de Economía Tareck El Aissami, al ministro de Defensa y vicepresidente sectorial de Política GJ Vladimir Padrino López y otros altos funcionarios del Estado, como el Presidente del Tribunal Supremo de Justicia Maikel Moreno. Se trata de una gigantesca infamia contra buena parte del liderazgo fundamental de la Revolución Bolivariana.

Imperialismo norte-americano, tire as patas da Venezuela!

A ação promovida contra Maduro, classificando-o como narcotraficante, é absurda e repudiável. Com essa descarada obsessão de Washington em querer controlar tudo e todos, de querer impor a sua economia neoliberal, a sua cultura consumista e a exploração aos povos dos países em desenvolvimento, é cada vez mais clara a sua ação intervencionista contra os povos que se levantam para construir e se desenvolver independentes dos Estados Unidos.

NOTA DO PCML (Br) CONTRA O CÍRCULO DE FOGO QUE RONDA NOSSA AMÉRICA

É inaceitável o golpe que retirou Evo Morales da presidência da Bolívia e o massacre patrocinado pela direita imperialista com a cobertura da Organização dos Estados Americanos (OEA) contra a vontade popular e a autodeterminação dos povos. É inaceitável que a embaixada da República Bolivariana da Venezuela seja invadida por milicianos venezuelanos e brasileiros em nome de um golpista que se autoproclamou presidente.

Subserviência governo do Equador ao FMI enfrenta greve e resistência indígena!

O governo eliminou os subsídios ao diesel Hola gasolina em um país produtor de petróleo, liberou o preço ao mercado internacional permitindo então a flutuação do mesmo, reduz um dia de salário para os servidores públicos, reduziu as férias destes públicos de 30 a 15 dias, e este foi o primeiro pacote das medidas que contempla a carta de intenção assinada pelo governo nacional e o FMI.

60 anos de Prensa Latina e os laços inquebrantáveis com o INVERTA

Os 60 anos de existência da Agência informativa Latino Americana - Prensa Latina, uma grande e vitoriosa iniciativa para os povos da América Latina e do Mundo em busca da informação verdadeira, livre das amarras do Capital e suas falácias. Os trabalhadores e trabalhadoras do Jornal Inverta celebram aqui no Brasil em cada rincão onde nossa imprensa revolucionária alcança e mais o apreço e admiração por sua exitosa e exemplar trajetória, bem como reconhece que o segredo do sucesso de Prensa Latina é a solidez de princípios, a formação profissional e a dedicação revolucionária do seu corpo de trabalhadores.

O golpismo teleguiado contra a Venezuela!

No último dia 4 de janeiro, o chamado Grupo de Lima (Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia), com voto contrário do México, aprovou graves medidas intervencionistas contra a Venezuela

As eleições de 20 de maio na Venezuela

A campanha presidencial na Venezuela foi iniciada em 23 de abril, tendo como candidato o presidente Nicolás Maduro. As prioridades segundo o presidente são: a) consolidação do processo educacional público alcançando 100% de escolaridade, buscando equacionar problemas de fornecimento em todos os níveis; b) fortalecer o carnê da Pátria; c) alcançar cinco milhões de moradias da Grande missão casa para que se possível todas famílias consigam um lar; d) vencer a grande revolução econômica para obstaculizar o assédio internacional.

Equador, um breve histórico do governo de Correa e Moreno

Lenin Moreno não só se distanciou de Rafael Correa como indivíduo, mas a consulta popular tenta mudar o processo equatoriano também no nível político. Porém, é importante se perguntar até onde o atual presidente mudará a política de seu antecessor, e até onde as disputas internas pelo poder permitirão retrocessos e avanços.

CUBA REITERA SEU APOIO A LULA

O Ministério de Relações Exteriores da República de Cuba denuncia a prisão com fins políticos do companheiro Luiz Inácio “Lula” da Silva, o que constitui um fato gravíssimo ao tentar impedir que o líder mais popular do Brasil seja candidato à presidência desse país.