Educação: Sepe-RJ

No dia 23/02/01, os Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro realizaram passeata e posteriormente ato público com Assembléia na porta do Palácio Guanabara. O objetivo era cobrar do governo do Estado, o cumprimento do Plano de Carreira da categoria, promessas eleitoreiras feitas e não cumpridas pelo governo.

Educação: Sepe-RJ



No dia 23/02/01, os Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro realizaram passeata e posteriormente ato público com Assembléia na porta do Palácio Guanabara. O objetivo era cobrar do governo do Estado, o cumprimento do Plano de Carreira da categoria, promessas eleitoreiras feitas e não cumpridas pelo governo.

A Comissão do Sindicato foi recebida após a categoria decidir sentar na rua e interromper o trânsito , ameaçando não arredar pé. Como o Governador, o Secretário de Governo e o sub-secretário não se encontravam, a comissão achou por bem não ter conversa com quem não teria solução a dar.

Além do cumprimento do Plano de Carreira (12% entre os níveis), piso salarial para o professor de 5 salários mínimos, e 3,5 para os funcionários, paridade dos trabalhadores ativos e aposentados, retorno do código 55, que garante ao profissional aguardar em casa a publicação da aposentadoria, o Sindicato luta pelo desconto em folha que o Governo arbitrariamente suspendeu.

Durante o Ato, houve denúncias de que agentes à paisana estavam no meio dos manifestantes, inclusive fazendo filmagens, bem ao estilo da ditadura militar. Aliás tem sido sistemática a presença de PII nas manifestações no Rio de Janeiro com o objetivo de catalogar e provocar os manifestantes.

As falações giraram em torno de repudiar o Programa Nova-Velha Escola, que nada mais é que o alinhamento do governo à política Neoliberal de FHC que visa destruir, através do sucateamento, a escola pública; terceirizando para culminar com a privatização.

A categoria realizará Ato público na Secretaria de Educação, dia 29/05; no dia 06/06, ato e passeata em São Domingos, Niterói, às 17 horas, contra a corrupção, e no dia 9/06 está marcada nova assembléia da categoria e Conselho Ampliado.