Assuntos
che chuva cinco heróis comunismo crise do capital cuba editorial eleicoes farc haiti

Ícone PCML PCML (Br)Ícone Cooperativa Inverta Coop InvÍcone RádioRádio ícone CeppesCeppes Ícone J5JJ5J

ÍCONE RSSRSSÍcone mala diretaLista twitterTwitter

Você está aqui: Página Inicial / Agência Inverta / Estados / Ceará / O Povo Originário Pytaguari

O Povo Originário Pytaguari

A luta do povo Pytaguari está ressurgindo a sua luta recentemente e, agora, se vêem deparados com uma nova realidade e uma antiga contradição: Se hoje conseguimos a "demarcação", por que é que ainda sofremos com "posseiros" e a violência destes"?

O Povo Originário Pytaguari

Apesar das conquistas do povo pytaguari, advindas das pressões contra o governo, a etnia ainda continua perseguida pelos "coronéis" da região. Fator que demonstra que a luta indígena é muito mais além daquilo que os burocratas da FUNAI afirmam. 

O Povo Pytaguari são indígenas descendentes dos potiguaras a grande nação que outrora habitava desde o Rio Grande do Norte, passando pelo Ceará até parte do Piauí. Recentemente os pytaguaris passaram a ter demarcada a Terra Indígena (TI) depois de muitos combates travados com o governo, nas três esferas de poder. Esta área “protegida” possui 1175 hectares, encravadas em plena região metropolitana de Fortaleza, entre as cidades de Maracanaú e Pacatuba. É um povo que há muito tempo vem lutando para conseguir seus direitos e agora, principalmente, para também preserva-los.

 

O povo Pitaguary é pertencente à etnia , habitantes do norte-nordeste do Brasil, e que tem origem de luta com o genocídio lusitano (durante a colonização). Mas agora a nova fase da luta é para não ser apagada a memória do povo e de seus antepassados.   A atual empreitada Pitaguary é desencadeada nos meados dos anos 50, quando os indígenas se articularam para expulsarem os “invasores” de suas terras, e terem a área reconhecida oficialmente pelo governo. Já no final da década de 90, os indígenas conseguiram a demarcação e o reconhecimento da união. Porém, os problemas ainda persistem. Mesmo depois da demarcação da “área protegida”, o lugar ainda é palco de disputas litigiosas entre os pitaguarys e os chamados “posseiros”.

 

Há, entretanto, outras tribos de mesma descendência. Os Tapebas de Caucaia, Jenipapo-Kanindês de Aquiraz e os Potiguaras de Crateús são remanescentes de uma só nação.  Todas elas com um só objetivo na luta: a preservação da cultura e a identidade indígena nos dias de hoje.

 

Na verdade, a luta do povo Pitaguary persiste como sempre. A demarcação das terras é apenas um “reconhecimento” oficial e de nada vale sem o respeito integro à estas populações.  Os problemas continuam de forma tão acirrada quanto antes, e os posseiros também. Os posseiros violam sem escrúpulos a demarcação. Nunca vão respeitar. Eles tem o “poder” capitalistas nas mãos - são empresários, latifundiários, juizes que, ao verem seus interesses ameaçados, não movem uma palha para mudar a situação. A única coisa que realmente faz mudar e transformar é a luta dos povos, por uma sociedade realmente justa e fraterna! Sem distinção de credo e raça. A luta dos Povos Originários é também a luta pela Revolução. 

 

José Carapinima, Sucursal/CE

Adicionar Comentário

You can add a comment by filling out the form below. Plain text formatting. Comments are moderated.